Buscar
  • Iara

busca

Meu coração tem buscado aflito

Pela imagem de sua face

Retorno às fotografias

Lembro o sorriso

Lembro o olhar


Olho em meu olho

Parecia buscar minha alma

Não pedia licença

Olhava, invadia


Meu coração tem buscado aflito

Pelo som de sua voz

Retorno aos poemas

Lembro o verbo

Lembro o falar


Lábio em meu lábio

Parecia tocar minha alma

Não pedia licença

Falava, invadia


Não...

Não quero que o tempo o apague

Não quero que o tempo o cale

Peço às imagens que fiquem

Peço aos poemas que insistam

Peço a você que retorne

Saudade.

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

poema para não ser esquecido

Ao abrir de seus olhos a cada próxima manhã Percebendo a presença pelo calor desse meu corpo Ainda morno por noites passadas Pensa que meu coração não é capaz de aquietar-se E não há espaço em viver s

sete mortes e mais uma

JAZ I Observador, relatara sobre o amor que nunca sentira. Ao encontra-lo, viu-se incapaz. JAZ II A vida, mulher carente, não deixara que aprendesse tudo, estando sempre em seu querer. Foi quando julg