Buscar
  • Iara

a visita

É...

Acho que não foi dessa vez..

Acho que foi mesmo um quase.

De vez em quando me deparo com o quase,

Que também atende pelo nome de talvez.

Talvez aparece e não expressa bem suas razões

E me deixa sempre pensativa...

Fato é que talvez já veio muitas vezes

Pra depois partir.

Talvez veio, sei lá, pra reforçar aprendizado

Talvez veio pra relembrar minha busca

Volta e meia esqueço dela...

Talvez já veio por nada mesmo,

Assim, um descuido bobo.

Eu acho que ontem talvez veio por si mesmo,

Não por mim, mas por suas próprias questões.

Talvez partiu, era visita.

Talvez ficou pouco.

Não sei o que talvez vai fazer de sua vida,

Mas pensar que não foi dessa vez dói um bocado.

Talvez me pegou despreparada,

Eu quase acreditei!


46 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

poema para não ser esquecido

Ao abrir de seus olhos a cada próxima manhã Percebendo a presença pelo calor desse meu corpo Ainda morno por noites passadas Pensa que meu coração não é capaz de aquietar-se E não há espaço em viver s

sete mortes e mais uma

JAZ I Observador, relatara sobre o amor que nunca sentira. Ao encontra-lo, viu-se incapaz. JAZ II A vida, mulher carente, não deixara que aprendesse tudo, estando sempre em seu querer. Foi quando julg