top of page
Buscar
  • Foto do escritorIara

a visita

É

Acho que não foi dessa vez

Acho que foi mesmo um quase

De vez em quando me deparo com o quase

Que também atende pelo nome de talvez

Talvez aparece e não expressa bem suas razões

E me deixa sempre pensativa

Fato é que talvez já veio muitas vezes

Pra depois partir

Talvez veio, sei lá, pra reforçar aprendizado

Talvez veio pra relembrar minha busca

Volta e meia esqueço dela

Talvez já veio por nada mesmo

Assim, um descuido bobo

Eu acho que ontem talvez veio por si mesmo

Não por mim, mas por suas próprias questões

Talvez partiu, era visita

Talvez ficou pouco

Não sei o que talvez vai fazer de sua vida

Mas pensar que não foi dessa vez dói um bocado

Talvez me pegou despreparada

Eu quase acreditei


51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

más companhias

(um conto esquisito) Sentiu o peito chegar às costas, tamanha força que a companheira fazia para lhe prensar contra a parede. Suas discussões se tornavam cada vez mais nocivas, mais sentidas. Desiquil

a quebra do ovo de nuremberg

(conto ficcional iinpirado em um ser humano real) Acordou com a sensação de que algo seria diferente, sem saber se bom ou ruim. Parecia mais um incômodo. Coisa chata. Naquela altura da vida, as mudan

que te vaya, bonito

(conto) Naquele final de tarde chuvoso, chegou em casa com o desconforto de choro seco que aperta o peito. Sempre fora sensível aos dias molhados e melancólicos do agosto em Pueblo. Deixou as compras

Comments


bottom of page