Buscar
  • Iara

poema para não ser esquecido

Ao abrir de seus olhos a cada próxima manhã

Percebendo a presença pelo calor desse meu corpo

Ainda morno por noites passadas

Pensa que meu coração não é capaz de aquietar-se

E não há espaço em viver sem ter você

Eu te amo. Nunca se esqueça disso

Ao sentir o aroma de cada próximo café

Provando o paladar dos pães e verdes em copos de água

Precisos por carinhos das noites acordadas

Pensa que meu afeto não é capaz de deixa-lo partir

E não há desejo em ficar sem ter você

Eu te amo. Nunca se esqueça disso

Ao notar meu olhar em seu caminho para o labor

Sentindo o desejo do seu retorno em meu aceno e sorriso

Repleto da alegria pela manhã presente

Pensa que minha mente não é capaz de deixa-lo findar

E não há motivo em ser sem ter você

Eu te amo. Nunca se esqueça disso

10 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

sete mortes e mais uma

JAZ I Observador, relatara sobre o amor que nunca sentira. Ao encontra-lo, viu-se incapaz. JAZ II A vida, mulher carente, não deixara que aprendesse tudo, estando sempre em seu querer. Foi quando julg

poema dos aflitos

Era para ser sobre a estrela De quando se desintegrou pelo desconhecido Vão escuro que lhe puxou pelos eixos E por amor absorveu cada partícula sua Era para ser sobre a rosa De quando lhe tocou pelos