Buscar
  • Iara

a menina, o velho, a praça, os pombos

A vida parecia não lhe ser tão gentil,

Posto que não lhe ofertava a vez na dança.

E como seus dias se passavam assim, expectadora,

Sentava-se no meio fio de uma dessas praças qualquer,

De onde soam os ventos gélidos que lambem os cinzas dos pavimentos russos.

Ali os pombos de pescoços em passos de três tempos

Um, dois, três...um, dois, três...um, dois, três...

Valseiam à espera do Velho de pernas compridas,

Que lhes trazia sua porção diária de farelos.

E faminta, sabe-se lá do que,

Misturava-se às aves, como se bicho fosse,

Que com a presença perdiam o tom da dança,

Numa balbúrdia de asas e bicos abertos!

Foi quando num dia desses que acontecem,

O Velho chamou-a do alto de suas pernas,

Como num ato de caridade,

- ou talvez fossem seus sapatos vermelhos -

Levou-a, e em sua morada encheu-lhe o coração...

Contou-lhe histórias...

Alertou-a sobre seus não podes...

E então, deixando-a com os cantos da casa,

Partia e retornava,

Um, dois, três...um, dois, três...um, dois, três...

Partia e retornava, ao seu convir.

A Menina, como aqueles que fitam o portão,

Aguardava pelo abrir que lhe traria a comida dos preferidos.

E foi naquele dia que lhe trouxe o espelho,

Defrontou-se com seu reflexo de asas e penas,

Pois que então percebera... jamais fora Menina alguma...

Um, dois, três...um, dois, três...um, dois, três...um, dois, três...

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Certa vez sentiu o peito chegar às costas, tamanha força que a companheira fazia para lhe prensar contra a parede. Suas discussões se tornavam cada vez mais nocivas, mais sentidas. Ela o desiquilibrav

(Inspirado em um ser humano real) Acordou naquele dia com a sensação de que algo seria diferente, sentiu um desconforto chato. Naquela altura de sua vida, as mudanças, ainda que pequenas, exigiam um e

Naquele final de tarde chuvoso, chegou em casa com o desconforto de um choro seco apertando o peito. Sempre fora sensível aos dias molhados e melancólicos do agosto em Pueblo. Deixou as compras na coz